A interface computacional de “Homem de Ferro” e “Os Vingadores”

Mais do que simplesmente desenhar qualquer coisa que pareça tecnológica na tela, quem cria as interfaces computacionais em filmes tenta representar uma época ou prever tendências de futuro. Com o passar dos anos, o trabalho se tornou mais complicado.

O acesso a tecnologia de todo tipo e tamanho foi democratizado, e torná-la verossímil nas telas de cinema requer muito mais que mero exercício de futurologia. É preciso parecer incrível, mas sempre perto do possível.

É exatamente isso o que fez o designer de motion graphics Jayse Hansen para a Marvel, nos filmes do “Homem de Ferro” e “Os Vingadores”. Ele foi o responsável por criar os elementos e animações do visor do Mark VII, construído por Tony Stark.

Via

Os produtos da Louis Vuitton e seu mundo de detalhes

Louis Vuitton escalou Vincent Bousserez para uma sessão de fotos com seus produtos. O fotógrafo e designer gráfico é especializado em imagens com miniaturas. Frutas, plantas, objetos, tudo fica gigante comparado aos personagens de milímetros. Para a grife, o artista explorou os detalhes que fazem a marca ser reconhecida por seu trabalho de luxo, resultando em uma fantasiosa viagem no universo Vuitton.

Via

Conheça a balada futurística da Heineken

Afim de promover uma festa bem diferente, a Heineken convidou alguns designers de várias nacionalidades para criarem, juntos, o que seria chamado de A Balada do Futuro”. Tudo começou há cerca de um ano, onde a marca reuniu 19 criativos em prol desse objetivo.

O resultado do trabalho foi uma pop-up club, revelada na última Semana de Moda de Milão. Com um ar high-tech, um pouco futurista, a estrutura contava com painéis, sensores e projeções – em forma de origami – por todo o local. Isso tudo organizado por homens e mulheres vestidos com roupas metálicas, coloridas e cheias de luzes. Confira mais assistindo ao videocase:

Via

Conheça as imagens promocionais da Adobe Creative Suite CS6

A Adobe lançou o mais recente e aguardado Adobe Creative Suite CS6 . É composto de 19 programas que são divididos em 4 suítes . O estudo Tolleson (São Francisco) foi responsável pelas imagens promocionais que você confere agora:

Adobe Creative Suite 6 – Photoshop Extended 

Adobe Creative Suite 6 – Dreamweaver 

Adobe Creative Suite 6 – Photoshop 

6 Adobe Creative Suite – InDesign 

Adobe Creative Suite 6 – Illustrator 

Adobe Creative Suite 6 – Premiere 

Peças publicitárias

Como você observou, as mudanças no pacote anterior (CS5) são radicais em design. Nesta versão, foi dada prioridade à estética funcionais, deixando de refletir a identidade de cada produto, como tinha feito em ocasiões anteriores. O que você achou deste novo movimento pela Adobe?

BIKE FIXTATION – uma vending machine diferente

Em cidades onde o uso de bicicletas é incentivado, como Los Angeles, Boston, and Nova Iorque, estão por surgir essas máquinas intituladas BIKE FIXTATION, que têm estrutura parecida com as máquinas de doces e refrigerantes que vemos por aqui, mas que vendem todo tipo de peça e ferramenta para um conserto rápido que precisa ser feito  em uma bicicleta no meio de um trajeto. Ao lado das máquinas, ficam localizadas plataformas com as ferramentas mais simples para uso livre e um suporte para suspender a bicicleta durante os reparos. Comodidade 100%.  Acesse o site para conhecer mais sobre as máquinas e conhecer a localização das já existentes.

 

 

Uma impressora de chocolate Designliciosa!

A 3D chocolate Printer, desenvolvida pela Universidade de Exeter, na Inglaterra, se utiliza da tecnologia e do chocolate para criar obras de arte deliciosas. O processo, que é feito manualmente por todo mundo, agora poderá ser feito automaticamente, em poucos segundos e com a  precisão de uma máquina. Acompanhe nos vídeos como é feito um desenho 2D e uma peça 3D usando a impressora:


Ela funciona assim: o tonner é carregado com chocolate e ela trabalha com eixos X ,Y e Z para criar desenhos pré determinados por um software próprio para impressões em 3D.

Entretanto, por se tratar de uma matéria prima tão complexa como o chocolate,  a impressora ainda não está certificada para uso em alimentos, mas deverá estar em breve e, custará US $ 3.300 para quem deseja ter seus desenhos transformados em chocolates decorativos.

 

Esculturas digitais de Mike Campau

Essa série de imagens  congela um momento de tempo em cada manobra aérea dos dançarinos, transformando cada movimento em uma escultura estática e acabam representando o seu movimento e estilo. As fotos originais saíram de uma grande série de tentativas para caber dentro da cena e as esculturas e conjuntos foram totalmente criados por computador. Show de bola! Acesse o portifólio do artista aqui.

Aqui, um passo a passo de como as imagens são geradas e tratadas.